28°
Máx
17°
Min

Um soldado morre e oito ficam feridos em ataques atribuídos ao PKK na Turquia

Dois bombardeios distintos na região sul da Turquia dominada pelos curdos mataram um soldado turco e feriram outros oito. Militantes curdos lançaram uma granada com propulsão por foguetes em um aeroporto civil, segundo disseram autoridades e agências de notícias locais.

Num dos ataques, em que um soldado foi morto e outros três ficaram feridos, uma bomba explodiu ao ser acionada remotamente por rebeldes ligados ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), na província de Hakkari, segundo reportou a agência de notícias Anadolu. No confronto, que incluiu helicópteros do exército, dez militantes foram mortos, segundo a agência privada Dogan.

Em outro ataque, cinco guardas de vilarejos civis ficaram feridos na província de Siirt depois que a van deles atingiu um explosivo improvisado em uma estrada, desse a Anadolu, que responsabilizou o PKK.

Mais cedo neste domingo, rebeldes curdos dispararam uma granada que explodiu próximo a entrada de passageiros VIP no aeroporto Diyarbakir. O ataque aparentemente mirava um posto policial. Não houve registro de feridos e os voos voltaram a operar depois de uma pequena pausa durante investigação policial.

A violência entre o PKK e forças de segurança ganharam força no ano passado, depois do colapso de dois processos de negociação de paz em julho. Desde então, mais de 600 oficiais de segurança turcos e milhares de militantes do PKK foram mortos, de acordo com a Anadolu. Grupos de direitos humanos afirmam que civis também morreram. Fonte: Associated Press.