24°
Máx
17°
Min

Vice na chapa diz que "não pode defender" declarações vulgares de Trump

Washington, 08 (AE) - Candidato a vice na chapa do Partido Republicano à presidência, Mike Pence divulgou comunicado neste sábado após vir a público uma gravação na qual seu companheiro de chapa, Donald Trump, faz comentários vulgares sobre mulheres. Na nota sobre as declarações de Trump, Pence diz que não irá "perdoar suas declarações e não pode defendê-las".

O candidato republicano à presidência está envolvido em mais uma polêmica, após a revelação na noite de sexta-feira de uma gravação de 2005 na qual Trump faz comentários obscenos sobre mulheres. Na gravação, publicada pelo jornal Washington Post e pela rede de televisão NBC, Trump descreve uma tentativa de fazer sexo com uma mulher casada e se gaba de que mulheres permitam que ele as beijassem apenas por que é famoso. "Quando você é uma estrela, elas permitem que você o faça. Você pode fazer qualquer coisa", afirmou o empresário à época, dizendo também que elas o deixavam agarrá-las pelo órgão sexual.

Pence, que há tempos se apresenta como um "cristão, um conservador e um republicano, nessa ordem", se vê agora em uma posição delicada, após o vazamento do companheiro de chapa. Trump disse em entrevista ao Wall Street Journal que não irá desistir das eleições e que sua campanha não está em crise.

O candidato republicano à Casa Branca divulgou um vídeo com um pedido de desculpas por ter dito "coisas idiotas", mas no qual também ataca o ex-presidente Bill Clinton por "de fato abusar de mulheres". O ex-presidente é o marido da rival de Trump na disputa pela presidência dos EUA, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton.

Governador de Indiana, Pence diz em sua nota sobre a gravação de Trump que "nós rezaremos pela família dele" e estamos ansiosos pela oportunidade que ele tem de mostrar o que está em seu coração quando comparecer diante da nação na noite de amanhã". Fonte: Associated Press.