27°
Máx
13°
Min

4,3 mil já foram multados por falta de farol baixo durante o dia

(Foto: Soldado Feliphe Aires) - 4,3 mil já foram multados por falta de farol baixo durante o dia
(Foto: Soldado Feliphe Aires)

Em 10 dias, 4,3 mil motoristas foram multados por não usar farol baixo nas rodovias estaduais. O uso de farol baixo durante o dia é obrigatório desde o dia 8 de julho e o descumprimento é infração média com perda de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 85,13.

A fiscalização foi realizada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) em mais de 12 mil km das estradas paranaenses. A corporação informou ainda que foram realizadas ações educativas 30 dias antes da nova determinação entrar em vigor.

Na região de Maringá foi registrado o maior número de infrações: 1.971. Na área de Cascavel foram 631 multas, seguida por Londrina (588), Curitiba, Região Metropolitana e Litoral (539), Ponta Grossa (363) e Pato Branco (230).

“A maior dificuldade é a rodovia que passa pelo perímetro urbano, pois muitos condutores esquecem da mudança da lei. É preciso atenção, pois a alteração imposta não estabeleceu distinção entre estes trechos e os rurais”, avaliou o porta-voz do BPRv, capitão Cristiano Carrijo Gonçalves Mota.

O capitão explica ainda a diferença entre as diferentes luzes do veículo. “A luz baixa não deve ser confundida com a luz de posição, luz de neblina ou farol alto, pois, embora componham o sistema de iluminação do veículo, possuem finalidades e conceitos distintos”, explica.

Luzes

  • Luz alta: é o facho de luz destinado a iluminar a via até uma grande distância de onde está o veículo. Deve ser usada nas vias não iluminadas, exceto ao cruzar com outro veículo ou ao segui-lo.
  • Luz baixa: é o facho de luz destinado a iluminar a via diante do veículo (pequena distância), sem ocasionar ofuscamento ou incômodo injustificáveis aos condutores que venham em sentido contrário.
  • Luz de freio: é a luz acionada quando o motorista freia e destinada a alertar os condutores do veículo que está atrás.
  • Luz indicadora de direção: (pisca-pisca): é a luz destinada a indicar aos demais usuários da via que o condutor tem o propósito de mudar de direção para a direita ou para a esquerda.
  • Luz de marcha à ré: ilumina a traseira do veículo e adverte os demais usuários da via que o condutor está efetuando uma manobra de marcha à ré.
  • Luz de neblina: é destinada a aumentar a iluminação da via em caso de neblina, chuva forte ou nuvens de pó.
  • Luz de posição: (lanterna): é a luz destinada a indicar a presença e a largura do veículo.

Colaboração Agência do Notícias do Estado