21°
Máx
17°
Min

Acusado de assalto que terminou com 12 mortes tem extensa ficha criminal; homem foi preso em Cianorte

Preso tinha revólver calibre 38 e rádios com a frequência da polícia (Foto: 5ª CIPM) - Acusado de assalto com 12 mortes tem extensa ficha criminal
Preso tinha revólver calibre 38 e rádios com a frequência da polícia (Foto: 5ª CIPM)

A 5ª Companhia Independente da Polícia Militar divulgou o resultado da operação realizada nessa quinta-feira (30), em Cianorte, onde foi preso Charles Henrique Brito da Silva, 22 anos, conhecido como Bode. Ele seria o mandante do roubo a um ônibus de turismo que terminou com a morte de 12 pessoas em um acidente de trânsito, em abril deste ano.

Os policiais militares cumpriram quatro mandados de busca e apreensão em casas para a investigação de uma quadrilha de roubos. Silva é foragido da delegacia de Nova Esperança desde julho do ano passado e ainda pesam contra ele cinco mandados de prisão pelo crime de roubo agravado expedidos pelas comarcas de Nova Esperança, Ubiratã e Maringá.

Charles Henrique Brito da Silva é considerado de alta periculosidade. Ele é filho do criminoso conhecido como Paulinho Chulé, que também cumpria pena por roubo e atualmente é foragido da Penitenciária Estadual de Maringá. A operação teve como saldo, além da prisão, a apreensão de um revólver calibre 38, 24 munições intactas, dois rádios transmissores e uma touca. Cerca de 20 policiais participaram da ação.

O acidente

O detido é acusado de ser o mentor do assalto a um ônibus de turismo no dia 9 de abril deste ano. O motorista acabou perdendo a direção e colidiu o veículo contra uma árvore na BR-369, em Mamborê. Nove pessoas morreram no local e outras três no hospital.