23°
Máx
12°
Min

Acusado de matar estudante de Educação Física vai a júri popular

(Foto: Divulgação) - Acusado de matar estudante de Educação Física vai a júri popular
(Foto: Divulgação)

Foi divulgada na noite desta terça-feira (14) a decisão da Justiça sobre a situação de Paulo Leandro Spinardi, acusado de matar a estudante de Educação Física Cíntia Quadros de Souza. A decisão, assinada pela juíza Alessandra Pimentel Munhoz do Amaral, da Vara do Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, estabelece ainda que Spinardi deverá aguardar o julgamento na cadeia.

A informação foi confirmada pelo advogado de acusação Fernando Madureira. A juíza explica ainda que ele responderá por homicídio triplamente qualificado, por ocultação de cadáver e ainda fraude processual. Spinardi permanecerá detido até o júri popular, que ainda não tem data para acontecer.

O advogado de defesa, Renato Tauile, afirmou que vai recorrer da decisão.

O caso

Em janeiro do ano passado, a jovem Cíntia Quadros de Souza foi encontrada morta nas fendas do São Jorge, na área rural de Ponta Grossa. De acordo com o Ministério Público, Spinardi teria empurrado a mulher, sua ex-namorada, depois de uma crise de ciúmes e, para esconder o corpo, colocou várias pedras sobre a jovem. Ele foi preso e negou ter cometido o crime, dizendo que a jovem escorregou e caiu enquanto eles tinham uma discussão.