26°
Máx
19°
Min

Acusado de matar jovem a pancadas na RMC é preso em Matinhos

(Foto: Carlos Soares/DPC) - Acusado de matar jovem a pancadas na RMC é preso em Matinhos
(Foto: Carlos Soares/DPC)

O homem acusado de matar o jovem Wesley de Freitas, de 27 anos, foi preso em Matinhos, no litoral do estado. O crime aconteceu em julho deste ano, em Campina Grande do Sul. Conhecido como “Polaco”, o suspeito já tinha mandado de prisão em aberto por outro homicídio em Toledo, no interior do estado.

Wesley foi morto a pancadas na região Lagoa Vermelha, às margens da BR-116. De acordo com a Polícia Civil, Polaco e outros dois homens levaram o jovem a uma casa abandonada e o espancaram até a morte. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) confirmou que as agressões causaram a morte de Wesley, que seria usuário de drogas e foi encontrado quatro dias depois do crime.

Um desentendimento entre a vítima e os assassinos por causa de R$ 15 teria motivado o crime. Polaco teria emprestado o dinheiro para Wesley comprar drogas, mas o dinheiro não foi devolvido.

Durante as investigações, os policiais descobriram que Polaco tinha um mandado de prisão por um homicídio em Toledo, com pena de 13 anos e seis meses. Ele foi detido em Matinhos. “Ao recebermos essa informação localizamos 'Polaco' e nos deslocamos até Matinhos para cumprir o mandado de prisão do suspeito que estava em aberto”, conta o delegado-titular da Delegacia de Campina Grande do Sul, Messias Antonio da Rosa.

Polaco vai responder pelos dois homicídios. “Agora as investigações seguem para identificar e prender as outras pessoas envolvidas no crime”, enfatiza o delegado.

Colaboração Polícia Civil