23°
Máx
12°
Min

Adolescente de 17 anos assume autoria da morte de professor de muay thai em Maringá

(Foto: Divulgação) - Adolescente assume autoria da morte de professor de muay thai
(Foto: Divulgação)

Um adolescente de 17 anos se apresentou à Polícia Civil e assumiu a autoria do homicídio do professor de muay thai Gabriel Tavares de Araújo Neto, 19 anos. O rapaz foi baleado na cabeça no último dia 9 e teve morte cerebral após quatro dias internado na Santa Casa de Maringá.

O garoto compareceu na 9ª Subdivisão Policial de Maringá na quarta-feira (15) e foi liberado depois de ser ouvido. A polícia requisitou a apreensão à Justiça, que emitiu o mandado durante a noite, cumprido na manhã desta quinta-feira (16).

A Polícia Civil segue com a investigação sobre a autoria já que outros dois rapazes acompanhavam o adolescente no momento do crime, ocorrido na Avenida Doutor Alexandre Rasgulaeff, zona norte de Maringá.

O adolescente vai completar 18 anos no dia 18 de julho, o que pode ter pressionado sua apresentação agora para que não responda como adulto.

Motivação

A informação inicial era que o professor de artes marciais havia sido baleado durante uma tentativa de assalto. O adolescente que assumiu a responsabilidade declarou que a motivação foi banal, em virtude de uma suposta agressão que sofreu há semanas de Gabriel Tavares de Araújo Neto.

Esse será outro ponto de investigação, já que a pena por latrocínio é maior do que homicídio. Com a morte cerebral de Neto, a família autorizou a doação de órgãos, o que ajudou várias pessoas que aguardavam na fila por transplante.

Colaboração Índio Maringá da Rede Massa