22°
Máx
17°
Min

Adolescentes no volante é situação comum no Umbará

(Foto: Google Street View) - Adolescentes no volante é situação comum no Umbará
(Foto: Google Street View)

O acidente em que cinco crianças ficaram feridas, na manhã desta quinta-feira (9), no Umbará, em Curitiba, expõe uma situação bastante corriqueira na região. No bairro é comum encontrar adolescentes sem habilitação que dirigem com o consentimento da comunidade local para esta infração.

“É muitíssimo comum. A cultura aqui é assim: menino que não dirige não é homem”, define uma moradora do bairro, que prefere não se identificar. Esta cultura, no entanto, acarreta o risco constante de graves acidentes – como o que aconteceu hoje – e a mortes de jovens.

São inúmeros os relatos destas situações que acontecem na principal via do bairro, a rua Nicola Pellanda, como nas chamadas ruelas, que são estradas de chão que se espalham pela região. Porém, nem sempre os casos são notificados, uma vez que a conivência da comunidade e o receio de “arrumar confusão com o vizinho” fazem com que a solução aconteça entre os moradores.

“Na semana passada uma garota foi atropelada por um adolescente que estava de moto. As famílias dos dois não chamaram a polícia nem o socorro. Levaram a menina pro hospital, ela quebrou a perna e disseram que foi qualquer coisa, menos acidente de transito”, contou a moradora, que sofre pressão dos locais por não ter permitido que seu filho dirigisse antes de ter a habilitação. Seu histórico familiar também tem histórias de morte de adolescentes que estavam dirigindo e se envolveram em acidentes.

Em outro caso, um adolescente foi flagrado pela polícia dirigindo, mas a situação “não deu em nada” porque amigos da família do jovem teriam pago propina para resolver o impasse. “Passa batido”, lamenta a entrevistada.

O uso de veículos por adolescentes tem variadas finalidades. Alguns usam carros e motos para ir à escola enquanto outros trabalham como motoristas de grameiras, olarias, areais e outros estabelecimentos da região, mesmo que não tenham idade nem habilitação para dirigir. “Muitos trabalham com a família, os pais compram o carro, dão de presente e deixam usar até para o trabalho. É comum também menores dirigindo caminhões”, diz a moradora. “Não existe essa história de que o pai e a mãe não sabem, que eles pegam o carro escondido”.

Infração

Dirigir sem habilitação ou permitir que alguém dirija sem ter habilitação são consideradas infrações gravíssimas, com penalidade de multa e apreensão do veículo. Os menores de idade que são flagrados dirigindo sem habilitação também passam por medidas protetivas conforme a gravidade do caso.