28°
Máx
17°
Min

Aeroporto de Ponta Grossa terá voos comerciais a partir da próxima semana

(Foto: Rodrigo K. Silva) - Aeroporto de Ponta Grossa terá voos comerciais a partir do dia 13
(Foto: Rodrigo K. Silva)

A partir da próxima quinta-feira (13), a população dos Campos Gerais terá uma nova opção de voos comerciais regulares no Estado. Com investimentos de R$ 1,3 milhão do Governo do Paraná, viabilizados por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística, o aeroporto Sant'ana, de Ponta Grossa, iniciará suas operações comerciais em 13 de outubro. Antes da reforma, o terminal aéreo recebia apenas voos particulares de pequenas aeronaves.

Os voos regulares devem beneficiar cerca de 750 mil habitantes de 19 municípios. As primeiras conexões regulares serão feitas exclusivamente entre Ponta Grossa e o Aeroporto Internacional de Viracopos (VCP), em Campinas (SP), pela Azul Linhas Aéreas.

A revitalização da estrutura para recepção dos passageiros e o novo sistema de iluminação da pista - que orienta as aeronaves para pousos à noite e também em condições climáticas adversas - atendem aos padrões exigidos pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Além dos investimentos do Governo Estadual, o aeroporto recebeu recursos da Prefeitura de Ponta Grossa e do governo federal para atender todas as especificações exigidas pela agência reguladora. Somados, os recursos somam aproximadamente R$ 14 milhões. A reforma durou cerca de 3 anos.

Na prática

O início das operações do aeroporto Sant'ana deve gerar economia para os passageiros da região, uma vez que a opção mais próxima era o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, distante 140 quilômetros de Ponta Grossa.

“A região dos Campos Gerais é um dos principais polos industriais do Paraná. A regulamentação e o início dos voos comerciais em Ponta Grossa contribuirá significativamente para a economia paranaense, gerando empregos para a comunidade local e facilitando o deslocamento da população para viagens de negócios e lazer”, afirma o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

Os voos regulares devem beneficiar cerca de 750 mil habitantes da região dos Campos Gerais, formada por 19 municípios - Arapoti, Carambeí, Castro, Curiúva, Imbaú, Ipiranga, Ivaí, Jaguariaíva, Ortigueira, Palmeira, Piraí do Sul, Porto Amazonas, Ponta Grossa, Reserva, São João do Triunfo, Sengés, Telêmaco Borba, Tibagi e Ventania.

Primeiro voo

A Azul Linhas Aéreas, companhia que solicitou à Anac a operação de voos regulares entre Ponta Grossa e Campinas, já iniciou a venda de passagens. Os voos serão realizados com a aeronave ATR-72, com capacidade para 70 passageiros, padrão da empresa para atendimento aos aeroportos regionais.

A primeira viagem entre Campinas e Ponta Grossa será em 13 de outubro, com pouso previsto às 14h20 na cidade paranaense. Já a primeira decolagem de Ponta Grossa está programada para as 14h45, com chegada prevista no aeroporto paulista às 16h. A Azul iniciou a venda de passagens a R$ 119,90, valor que chegou a R$ 90,90 em tarifas promocionais.

Protocolo

No último mês de julho, o governador Beto Richa assinou um protocolo de intenções entre o Governo do Estado e a Azul para a implantação do transporte aéreo regular em cidades ainda não atendidas pelo serviço. Além de Ponta Grossa, a previsão é que outros municípios como Umuarama, Guarapuava e Pato Branco sejam atendidos futuramente pela companhia.

Pelo acordo, a empresa receberá incentivos do governo estadual para a operação. A cada novo aeroporto atendido, o ICMS sobre o combustível, será reduzido em 2%. A alíquota, de 18%, passa para 16% com o início dos serviços aéreos em Ponta Grossa. A redução é progressiva na medida em que haja expansão para outras cidades, até o limite de 8%.

Ponta Grossa passou a ser o sexto aeroporto com voos da Azul no Paraná. A empresa também opera nas cidades de Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu.

Colaboração Agência Estadual de Notícias.