23°
Máx
12°
Min

Alta temporada tem aumento no número de infrações por excesso de velocidade

(Foto: Jorge Voll/DER) - Alta temporada tem aumento no número de infrações
(Foto: Jorge Voll/DER)

O número de infrações por excesso de velocidade aumenta na alta temporada. A constatação é da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), com base nos registros referentes a janeiro e setembro deste ano.

No período, os radares da registraram 145.846 veículos que trafegaram acima da velocidade máxima permitida. Entre as multas, quase metade (71.404 autuações) foram aplicadas nos três primeiros meses do ano, ou seja, período de movimento intenso nas rodovias, principalmente do Litoral do Estado.

A PR-407, que liga a BR-277 a Pontal do Paraná, está entre as rodovias estaduais com maior número de infrações. Foram mais de 1.500 infrações por excesso de velocidade no trecho 18,9 quilômetros de extensão.

O trecho com maior número de ocorrências é a PR-151, que liga o Norte Pioneiro do Paraná até a divisa dos municípios de São Mateus do Sul (Sudeste) com Três Barras (Santa Catarina), onde foram registradas mais de 4,5 mil infrações.

Mais cara

A multa por excesso de velocidade ficará mais cara a partir de 1º de novembro, quando entra em vigor a lei que que altera os valores e a categoria de algumas infrações no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Com a mudança, as multas de infração média, aplicadas aos veículos que transitaram até 20% acima do limite da velocidade máxima permitida, passa de R$ 85,13 para R$ 130,16 e quatro pontos na carteira. No balanço da PRE, esse é tipo de infração mais comum por excesso de velocidade no Paraná. Até setembro foram registradas 107.411 multas, equivalente a 73,6% do total de 145.846 multas.

Outras 34.358 multas (23,5% do total) foram por excesso de velocidade entre 20% e 50% acima do limite. É uma infração considerada grave e passará de R$ 127,69 para R$ 195,23, além de cinco pontos na carteira. Já as infrações gravíssimas, situações em que os veículos são flagrados circulando acima de 50% do limite de velocidade permitido na rodovia passará de R$ 574,62 para R$ 880.41. A pena inclui ainda apreensão da carteira de habilitação e sete pontos na CNH.

Colaboração Agência de Notícias do Paraná