22°
Máx
14°
Min

Ampliação do Cismepar deve ficar pronta no primeiro semestre de 2017

Ampliação do Cismepar deve ficar pronta no 1º semestre de 2017

O Governo do Paraná está investindo R$ 6,9 milhões na construção do Centro de Especialidades do Paraná em Londrina, no Norte do Estado. Além dos investimentos na construção, já estão garantidos mais R$ 1,7 milhão para compra dos equipamentos para a nova estrutura. O Centro de Especialidades vai beneficiar 950 mil moradores das cidades de Alvorada do Sul, Assaí, Bela Vista do Paraíso, Cafeara, Cambé, Centenário do Sul, Florestópolis, Guaraci, Ibiporã, Jaguapitã, Jataizinho, Londrina, Lupionópolis, Miraselva, Pitangueiras, Porecatu, Prado Ferreira, Primeiro de Maio, Rolândia, Sertanópolis e Tamarana.

A obra é uma ampliação da estrutura onde funciona o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema (Cismepar), que atende a população de 21 municípios da 17ª Regional de Saúde. Atualmente são feitos 1.200 atendimentos por dia no Cismepar. Quando a obra de ampliação estiver concluída, a estimativa é que sejam atendidos entre 35% a 40% a mais de pessoas diariamente.

A edificação nova terá 3.555 metros quadrados de área construída e contará com quatro andares, sendo dois subsolos para estacionamento e dois pavimentos para o atendimento da população.

Obra

A Paraná Edificações coordena e fiscaliza o andamento da construção do novo prédio. A obra começou em julho de 2015 e é fruto de uma parceria da Secretaria de Estado da Saúde com o Cismepar. O novo prédio fica no terreno cedido pela Prefeitura de Londrina, anexo ao local onde funciona a sede do Cismepar. A previsão é que quando a edificação ficar pronta, no primeiro semestre de 2017, os dois prédios sejam interligados.

"A Paraná Edificações fiscaliza o andamendo da construção para garantir que a execução siga o que foi projetado e que a qualidade da obra atinja os níveis de excelência exigidos", explicou Luiz Fernando Jamur, diretor-geral da Paraná Edificações. A obra já conta com 30% de execução.Atualmente os funcionários trabalham na parte de estrutura do prédio, alvenaria e instalação hidráulica.

Sonho

A nova edificação, concentrará no mesmo prédio a oferta de consultas com equipe multiprofissional e exames especializados como tomografia, raio-x, exames cardiológicos, oftalmológicos e mamografia, por exemplo. Todo o atendimento será gratuito, oferecido pelo sistema público de saúde.

"Essa obra representa um sonho, uma ampliação dos serviços que oferecemos. Teremos uma estrutura nova que será um complexo de diagnoses. Isso vai ampliar a melhoria do serviço público de saúde em Londrina e região", explicou Luis Lino, diretor-executivo do Cismepar.

Com a nova edificação, a intenção do Consórcio Intermunicipal de Saúde é oferecer ao cidadão todo atendimento necessário em um mesmo local e no mesmo dia. O paciente que chegar fará desde a consulta, os exames necessários e já vai sair com o diagnóstico ou tratamento adequado que precisará enfrentar. “Isso vai representar uma economia para os 21 municípios que participam do Consórcio. O paciente ficaria um tempo a mais aqui, mas não precisaria reagendar um retorno ou sair fazer os exames em outro local”, disse Lino.

Atualmente são feitos 1.200 atendimentos por dia no Cismepar. Quando a obra de ampliação estiver concluída, a estimativa é que sejam atendidos entre 35% a 40% a mais de pessoas diariamente.

(com informações da Agência Estadual de Notícias)