21°
Máx
17°
Min

Aos 120 anos, moradora de Rio Branco do Ivaí pode entrar no livro dos recordes

Uma moradora de Rio Branco do Ivaí (a 140 quilômetros de Campo Mourão) pode entrar no livro dos recordes (Guinness Book) como a mulher mais velha do mundo. A certidão mostra que Jesuína dos Santos nasceu em 30 de janeiro de 1896 em Reserva, nos Campos Gerais, ou seja, tem 120 anos.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) chegou a suspeitar de uma fraude e cancelou a aposentadoria de Jesuína, que já passou por três séculos diferentes. Aos 120 anos, ela teve que viajar cerca de 2h até Apucarana para comprovar que estava viva e ter o benefício restabelecido.

Com a idade avançada vêm as limitações de movimentação e fala, mas a idosa ainda está lúcida. A paranaense esqueceu quantos anos tem, porém, lembra bem do gosto pelo chimarrão diário.

O livro dos recordes avalia o caso de Jesuína, que pode passar uma italiana de 116 anos. Confira a matéria completa do repórter Fernando Rípoli e do cinegrafista Luís Cláudio veiculada pela Rede Massa/TV Tibagi.