21°
Máx
17°
Min

Apae de Sarandi justifica dificuldade financeira e obtém aprovação nas contas

TCE aprovou as contas com ressalvas (Foto: Divulgação) - Apae justifica dificuldade financeira e obtém aprovação nas contas
TCE aprovou as contas com ressalvas (Foto: Divulgação)

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Sarandi (a sete quilômetros de Maringá) conseguiu reverter a decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR), que considerou irregulares as finanças da entidade do convênio de 2012 com a prefeitura.

O TCE apontou inicialmente a irregularidade em virtude das despesas de R$ 3.922,24 feitas antes do início oficial do convênio. A Apae e o ex-presidente Milton Pinheiro entraram com recurso para justificar que o dinheiro era necessário em virtude das dificuldades encontradas para pagar os salários do funcionários.

O relator do processo, Durval Amaral, ressaltou a importância do trabalho da entidade em Sarandi no atendimento às pessoas com deficiência. Por isso, em decisão do Tribunal Pleno, as contas foram consideradas regulares, mas com ressalvas.

Colaboração TCE-PR