23°
Máx
12°
Min

Após morte de traficante, criminosos afirmam que vão “tocar o terror” na Cidade Industrial de Curitiba

(Foto: Divulgação) - Após morte de traficante, criminosos afirmam que vão “tocar o terror”
(Foto: Divulgação)

O final da noite desta segunda-feira (4) e a madrugada desta terça (5) promete ser bastante violenta na região da Cidade Industrial de Curitiba. Em diversos grupos em redes sociais, criminosos avisam para ninguém sair de casa após às 22h de hoje.

O toque de recolher acontece horas depois que um homem foi morto com pelo menos 16 tiros dentro de um carro na rua Pedro Gusso. De acordo com informações ainda não confirmadas, a vítima é Diandro Cláudio Melanski, considerado um dos maiores traficantes do Paraná.

O local da morte de Diandro foi tomado em poucos minutos por uma população, que acompanhou o trabalho da Polícia Militar. Em pouco tempo, os áudios começaram a surgir. Neles, os criminosos pedem que os comércios sejam fechados e que as pessoas não estejam na rua.

Além disso, prometem queimar e apedrejar veículos e motos estacionados em ruas do CIC. Eles afirmam que vão rodar pelo bairro, que vão “passar” quem estiver na rua e que o toque de recolher deve durar até às 10h desta terça.

Em um dos áudios, um homem pede que seja evitado a vila Nossa Senhora da Luz, principalmente entre a praça 2 e a praça 5. A atitude dos criminosos é uma retaliação pela possível morte de Diandro. Eles afirmam que “a guerra começou.”