23°
Máx
12°
Min

Após segunda denúncia, Câmara aprova CP contra Luizinho Gari

(Foto: Divulgação/CMM) - Após segunda denúncia, Câmara aprova CP contra Luizinho Gari
(Foto: Divulgação/CMM)

O vereador Luizinho Gari (PP) não escapou do segundo pedido de Comissão Processante (CP) e será investigado pela Câmara Municipal de Maringá. Após denúncia do Fórum Maringaense de Mulheres, os parlamentares aprovaram a abertura da CP na quinta-feira (14), por decisão unânime dos 11 votantes na sessão.

A entidade que fez a denúncia acusa Luizinho Gari de quebra de decoro parlamentar depois que o vereador passou dez dias preso por determinação da Vara de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, acusado de ameaças contra a ex-esposa.

No fim de março, a Câmara rejeitou o primeiro pedido de CP contra Luizinho Gari, por nove votos a quatro. Inclusive a única vereadora do Legislativo maringaense – Márcia Socreppa (PTB) – votou contra. Porém, movimentos de mulheres e as próprias servidores da Câmara protestaram contra a medida.

Com a nova denúncia, pressionados pelas críticas da população, os vereadores desta vez aprovaram a investigação. Foram sorteados para compor a comissão Márcia Socreppa, Ulisses Maia (PDT) e Mário Verri (PT).

Em comum acordo, o trio decidiu que Verri será o presidente, Márcia relatora e Maia membro. Os vereadores terão 90 dias para apresentar o relatório final.

Com informações da Câmara de Maringá