23°
Máx
12°
Min

Associação de Saúde do Sudoeste tem contas de 2012 desaprovadas

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) julgou irregulares as contas de 2012 da Associação Regional de Saúde do Sudoeste do Paraná (ARSS), com sede em Francisco Beltrão. As contas são de responsabilidade de Ricardo Antônio Ortina e Olívio Brandelero, presidentes da entidade naquele exercício. Os ex-gestores foram individualmente multados em R$ 725,48.

O motivo da desaprovação das contas foi a inconsistência entre os valores de repasse apresentados pelos municípios associados no Sistema de Informações Municipais-Acompanhamento Mensal (SIM-AM) e os demonstrados pela ARSS na prestação de contas. O objetivo da ARSS, que reúne 27 municípios do Sudoeste, é planejar e executar programas de saúde para atender a população regional. Entre as estruturas administradas pela associação estão o Centro Regional de Especialidades (CRE), o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e o hemocentro regional.

A Coordenadoria de Fiscalização Municipal (Cofim), antiga DCM, responsável pela análise da documentação apresentada pelos responsáveis, emitiu instrução concluindo pela irregularidade das contas e aplicação de multa aos gestores. O relator do processo, conselheiro Nestor Baptista, acompanhou a instrução da unidade técnica e votou pela irregularidade das contas.

Colaboração Tribunal de Contas do Estado.