22°
Máx
14°
Min

Atendimento unificado vai garantir integração e otimização

Foto: Assessoria - Atendimento unificado vai garantir integração e otimização
Foto: Assessoria

A Comissão administrativa que está à frente Hospital Municipal Padre Germano Lauck, desde o decreto nº 24.291 de 23 de novembro de 2015, vem trabalhando com o objetivo de garantir o funcionamento e qualidade na prestação de serviço ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo a diretora-presidente Patrícia Foster Ruiz, que também é integrante da Comissão, “durante 5 meses de trabalho a Comissão conquistou muitos avanços com a implantação de medidas simples, tendo como exemplos, revisão e rescisão de contratos de alto custo, reestruturações e adequações dos setores da instituição, foi possível  reduzir as despesas, pagando parte de suas dívidas, inclusive com fornecedores, aumentando o atendimento à população e reabrindo a agenda para realização das chamadas cirurgias eletivas”, disse.

Em reunião com o executivo e a comissão, foi deliberado então a prorrogação da requisição administrativa por mais 6 meses, de acordo com o decreto nº 24.564 de 27 de abril de 2016, publicado em Diário Oficial.

Além da prorrogação do prazo, e considerando a necessidade de integração e otimização dos serviços públicos de saúde, bem como a unificação de protocolos e direção única do atendimento em saúde de emergência, média e alta complexidade em Foz do Iguaçu, a comissão a partir de agora, passa a administrar também a Upa – Unidade de pronto atendimento 24 horas João Samek e o PA – Pronto atendimento Morumbi.

Conforme o com o decreto nº 24.564, de 27 de abril de 2016, a administração municipal e a comissão responsável pelo Hospital Municipal, sentiram a necessidade de unificar os serviços dos atendimentos para melhor regularizar a gestão dos equipamentos.

Dr. Vitor Hugo Nachtygal, presidente da comissão, salienta: “Temos como foco a otimização de serviços públicos de saúde. Uma vez que a mesma a comissão estará administrando os três equipamentos, conseguiremos um melhor entendimento, o que nos permitirá focar em estratégias de atuação, visando melhorar o atendimento oferecido à população e unificar os protocolos de serviços de alta e média complexidade da UPA, PA e Hospital Municipal”, destacou.

Segundo o prefeito Reni Pereira, em reunião com a comissão, também esteve em pauta à possibilidade técnica de realizar as reformas do Pronto Atendimento Morumbi sem a interdição e sem a suspensão do atendimento.

“Estamos buscando uma alternativa para realizar a reforma, com menos transtorno possível para a população”, salientou o Reni.

Colaboração: Assessoria de imprensa