21°
Máx
17°
Min

Ato relembra vítimas de acidentes de trabalho

(foto: Divulgação) - Ato relembra vítimas de acidentes de trabalho
(foto: Divulgação)

O Paraná é o terceiro estado com maior número de mortes por acidentes de trabalho no país. Só em 2014, segundo o Anuário Estatístico da Previdência Social (AEPS), houve o registro de mais de 52 mil acidentes e 363 mortes relacionadas às condições inseguras de trabalho.

O presidente do Sindicato da Construção Civil e do Mobiliário de Londrina (Sintracom Londrina), Denilson Pestana da Costa, comenta que esses acidentes de trabalhos são uma realidade presente principalmente na área da construção civil e do mobiliário.

“Apesar de termos avançado nas normas e procedimentos para a segurança do trabalho da nossa categoria, os acidentes ainda assombram o dia a dia dos trabalhadores. Por isso, é necessário que o poder público se responsabilize e tome providência para essa situação”, afirma Costa.

Diante disso, o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidente de Trabalho – celebrado em 28 de abril – será tema de uma grande mobilização em Londrina.

O Sindicato organiza pelo segundo ano consecutivo o “Ato em Combate aos Acidentes de Trabalho”. O objetivo é conscientizar a população e as autoridades públicas sobre a gravidade representada por condições inseguras e insalubres no trabalho.

“Para nós, da classe trabalhadora, avida deve ser preservada a todo custo. Por isso, no Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidente de Trabalho vamos às ruas de Londrina para chamar a atenção da população e, principalmente, dos governantes e dos órgãos públicos, sobre o número de vidas perdidas em acidentes de trabalho”, completaDenilson.

Com centenas de cruzes representando as vítimas de acidente de trabalho em 2014, o ato será feito durante todo o dia 28 de abril, em frente ao Ministério do Trabalho de Londrina.

Serviço

Ato em Memória das Vítimas de Acidente de Trabalho

Data: 28 de abril

Horário da concentração: 17h

Local: Rotatória da Av. Leste Oeste, esquina com a Av. Rio Branco, em frente à sede do Ministério do Trabalho em Londrina

(com assessoria de imprensa)