22°
Máx
16°
Min

Bancária foi assassinada por enteado de apenas 15 anos no Boa Vista

O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (3) na Rua Professora Maria Balbina Costa Dias no Bairro Boa Vista em Curitiba (Foto: Divulgação) - Bancária foi assassinada por enteado de apenas 15 anos no Boa Vista
O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (3) na Rua Professora Maria Balbina Costa Dias no Bairro Boa Vista em Curitiba (Foto: Divulgação)

A Delegacia de Furtos e Roubos elucidou em poucas as horas a morte da bancária de Kamila Lisboa, 26 anos. O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (3) na Rua Professora Maria Balbina Costa Dias no Bairro Boa Vista em Curitiba.

De acordo com informações do empresário Jakson Pomin, que é marido de Kamila, ele estava retornando de viagem, quando recebeu uma ligação de seu filho de 15 anos que havia chegado na casa e encontrou Kamila morta e muito sangue no local.

Logo após a chegada do Siate, o corpo de bombeiros foi acionado no Jardim Arroio, cerca de 2 quilômetros do local do crime. Os bombeiros foram até o local e encontraram o carro de Kamila tomado pelas chamas na Rua Altevir Ramos de Proença. O veículo ficou completamente destruído pelas chamas.


 A bancária de Kamila Lisboa tinha 26 anos (Foto: Divulgação)

Jakson relatou que não acreditava que a esposa tenha reagido ao assalto, já que ela era muito calma, porém pelo fato de ele ter escondido a chave da caminhonete que estava na garagem, os bandidos podem ter se irritado achando que ela estaria mentindo sobre a situação e a matado. O Siate não conseguiu apurar a causa da morte, pois havia muito sangue no local. Um policial que atendeu a ocorrência relatou que ela teria um ferimento de arma de fogo no pescoço. O marido ainda disse que uma pistola que era registrada e estavam em sua residência foi levada.

Inconsolável, Jakson ofereceu uma recompensa de 10 mil reais a quem desse informações que levasse ao autor deste bárbaro crime. O que ele não esperava é que após uma rápida investigação dos policiais da Delegacia de Furtos e Roubos, o filho confessaria o crime. A 1h42 da madrugada, o adolescente ainda postou em seu facebook a seguinte mensagem na linha do tempo: “Meu Deus tenha misericórdia de mim não podia ter acontecido isso por favor por favor por favor


Adolescente postou no Facebook mensagem após o crime 


O Delegado Pedro Felipe de Andrade que investiga o caso relatou que observando a cena do crime, era possível notar que o cenário havia sido montado. Haviam panos e baldes que indicavam a tentativa de limpar a cena do crime e não foi levado nada de valor da residência, deixam de ser então um crime patrimonial.
O que chamou a atenção também dos policiais foi a frieza do adolescente na cena do crime, relatando tudo com muita calma.

O Delegado Pedro Felipe de Andrade que investiga o caso relatou que observando a cena do crime, era possível notar que o cenário havia sido montado 


A motivação do crime seria uma relação conturbada do adolescente e da madrasta, e que nesta semana teria comentado com o amigo dele que já pretendia matá-la.
O estopim aconteceu quando Kamila repreendeu o adolescente por ele ter pego o carro do pai escondido na noite desta quarta-feira (4). O jovem tentou entrar no quarto do pai, pois sabia que ele guardava uma arma, porém o quarto estava trancado. O rapaz deu a volta, entrou pela janela do quarto e encontrou a arma. Ele saiu do quarto e voltou até o local onde estava a madrasta e efetuou 3 disparos os quais dois atingiram a cabeça de Kamila.
Ele foi encaminhado à Delegacia do Adolescente onde permanece à disposição da justiça.