27°
Máx
13°
Min

Bancários de Londrina votam início de greve nesta sexta-feira

(foto: Tânia Rêgo/Agencia Brasil) - Bancários de Londrina votam início de greve nesta sexta-feira
(foto: Tânia Rêgo/Agencia Brasil)

O Sindicato dos Bancários de Londrina e região marcou para sexta-feira (2) uma assembleia com possibilidade de aprovação de greve a partir da próxima terça-feira (6).

Foram quatro rodadas de negociação com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) nas quais, segundo o sindicato, não houve avanço nas propostas.

"Os bancos fizeram uma proposta que sequer repõe a inflação do período, de 6,5%, além de um abono de R$ 3 mil que a gente não entende que repõe estas perdas. Não nos agradou, até porque não avançou também em nenhuma questão social", aponta o diretor do sindicato, Wanderley Crivellari.

A expectativa é que a greve seja aprovada nacionalmente.

Segundo a presidente do Sindicato, Regiane Portieri, o lucro dos cinco maiores bancos do país no primeiro semestre de 2016 chegou a R$ 29,7 bilhões. "Querem reajustar os salários, a Participação nos Lucros e outras verbas com um índice muito abaixo da inflação acumulada desde  a última data-base, que atingiu 9,57%. Não aceitamos nenhum tipo arrocho salarial, pelo contrário, queremos a valorização do trabalho da nossa categoria”,

Uma das reivindicações era a revisão da Participação em Lucros e Resultados (PLR), que já chegou a ser de 14% mas atualmente fica em menos de 6% para bancos como o Itaú.

Também são solicitados reajustes no auxílio-creche, extensão de atendimento médico e psicológico a familiares de bancários vítimas de sequestro, fim de discriminação nos salários e ascensão profissional de mulheres, entre outros.