22°
Máx
14°
Min

“Bancos precisam rever estratégia”, diz sindicato após 16 ataques na região de Londrina

(foto: Paula Ferreira/SertanópolisNews) - “Bancos precisam rever estratégia”, diz sindicato após 16 ataques na região
(foto: Paula Ferreira/SertanópolisNews)

O Sindicato dos Bancários de Londrina contabiliza 16 ataques a banco na região, sete a menos do que o registrado em todo o ano de 2015.
Caixas eletrônico são o principal alvo das quadrilhas que agem principalmente em cidades de pequeno porte. Os últimos casos foram registrados em Sertanópolis e Bela Vista do Paraíso no dia 31 de maio, quando um incêndio destruiu a agência do Banco do Brasil, e em Jataizinho, no dia 6, quando paredes de uma agência foram quebradas para acessar o cofre.

"Fazendo uma análise dessa onda de violência não resta dúvida de que os bancos precisam rever suas estratégias de segurança. Dos 16 casos registrados este ano, 11 tiveram como alvo caixas eletrônicos, que ficam na entrada das agências, sem qualquer proteção", salienta Lupinha Moretto, diretor do Sindicato de Londrina.

Uma das alternativas, segundo Moretto, é instalar portas com detector de metal logo na entrada dos bancos e colocar vidros a prova de balas nas portas e fachadas. "Esta e outras alternativas para melhorar a segurança nos bancos já foram apresentadas para a Fenaban na Mesa Temática de Segurança Bancária, mas eles resistem em implantá-las. Com isto, crescem os números de ataques, enquanto as populações e bancários ficam apreensivos em relação a qual será o próximo alvo dos bandidos", critica.

Relembre os ataques a banco na região de Londrina: