21°
Máx
17°
Min

Bate-grade encontra buracos e celulares na cadeia de Guarapuava

(Foto: Divulgação) - Bate-grade encontra buracos e celulares na cadeia de Guarapuava
(Foto: Divulgação)

Trinta e cinco celulares, diversos estoques –armas artesanais feitas pelos presos – e buracos na estrutura do presídio. Esta foi a situação encontrada pelos policiais em uma fiscalização de rotina nas celas da cadeia pública de Guarapuava.

O bate-grade durou cerca de quatro horas e contou com a participação de 25 agentes, que fizeram uma varredura nas celas com a presença dos policiais militares do Pelotão de Choque. O objetivo do pente fino é retirar do interior da cadeia armas artesanais que os presos usam nas fugas, que se tornaram frequentes.

Os problemas na unidade prisional são evidentes. Além da estrutura antiga e danificada, a superlotação é o que mais preocupa. O local foi interditado pela Justiça, que pediu a transferência de 250 presos. Hoje (18), mais seis detentos foram removidos, totalizando 42 transferências.

Outros dois presos que cumprem pena por estupro e que haviam escapado na última fuga foram recapturados. Eles fugiram por um buraco cavado pelos detentos e nove continuam foragidos.

Colaboração Ângelo Neto, da Rede Massa.