22°
Máx
16°
Min

Bebê é ‘raptado’ pelos próprios pais dentro do Hospital Universitário

Bebê é ‘raptado’ pelos próprios pais dentro do Hospital Universitário

O bebê prematuro de sete meses nasceu com um quilo e 55 gramas. Bastante debilitado o menino ficou um mês na UTI neonatal e quando atingiu 1.800 gramas foi para a unidade de cuidados intermediários onde permaneceu por mais 30 dias.

A criança já estava no quarto quando foi raptada pelos próprios pais. O pai da criança aproveitou o momento de visita para sair com o filho e com a mulher. Ninguém percebeu a saída deles.

O caso foi parar na polícia que trata a situação como negligência dos pais. É que o bebê corre risco de ficar cego. Ele nasceu com um problema na retina e precisa de uma cirurgia com urgência.

A direção do hospital não gravou entrevista mas disse que os médicos estão preocupados com o estado de saúde da criança. O hospital Universitário não tem um controle de saída de visitantes pacientes.

Só em uma das recepções o fluxo diário é de 350 pessoas. A polícia por enquanto não se pronuncia sobre o caso mas investiga também se houve negligencia do hospital. Segundo a polícia os pais e o bebê ainda não foram localizados.

A assessoria do hospital disse que a direção já estuda uma forma de controlar a saída das pessoa da unidade. a polícia não quis se pronunciar. 

Colaboração: Cristiane Guimarães e André Garcia / Rede Massa