22°
Máx
17°
Min

BR-277 terá novo trecho de cinco quilômetros duplicado

- BR-277 terá novo trecho de cinco quilômetros duplicado

O governador Beto Richa anunciou nesta terça-feira (29), em Guarapuava, na região Central do Paraná, a antecipação já para 2017 das obras de duplicação de mais cinco quilômetros do trecho urbano da BR-277, entre os rios das Pedras e das Mortes. A duplicação no sentido Curitiba faz parte de um grande pacote de obras antecipadas pela concessionária Caminhos do Paraná, entre elas, a construção de um viaduto no acesso secundário da rodovia a Guarapuava.

“Uma importante obra que só foi possível com o diálogo do governo estadual com as concessionárias de pedágio. Com a execução dessas obras, todo o perímetro urbano de Guarapuava será duplicado, garantindo segurança e desenvolvimento para a região”, afirmou o governador. A concessionária também foi a responsável pelas obras de duplicação de 6,7 quilômetros da BR-277, entre o acesso principal de Guarapuava e Relógio.

Richa adiantou ainda que para o próximo ano o governo estadual, com recursos próprios, estuda duplicar 3,5 quilômetros da PR-466 a partir do trevo principal de Guarapuava até o posto da Polícia Rodoviária Estadual. “Isso só será possível porque o governo estadual fez a lição de casa e implantou um ajuste nas suas contas. Hoje, ao contrário de vários estados, o Paraná está com as contas em dia e antecipa, nesta quarta-feira (30), o 13º salário ao funcionalismo. Com dinheiro em caixa, conseguimos investir nas rodovias do Estado”, afirmou o governador.

O diretor-presidente da Caminhos do Paraná, José Terbai Junior, afirma que o investimento da concessionária previsto para os próximos anos é de R$ 85 milhões. A obra foi antecipada de 2019 para 2017. “Guarapuava é um polo importante e a estrada fica numa região próxima do centro urbano do município. Com o apoio do Estado, estamos anunciando a antecipação dessa importante obra”, afirmou.

Outro trecho

O governador esteve na cidade para autorizar o início dos trabalhos de duplicação de dois quilômetros do trecho urbano da BR-277, a partir do trevo principal do município. A obra, que não estava prevista inicialmente no contrato de concessão, só foi possível após negociação entre o Governo do Estado e a concessionária Ecocatararas. Serão iniciadas a partir deste ano, sem acréscimo de tarifa para os usuários.

O prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, agradeceu o conjunto de obras anunciado pelo governador e afirmou que duplicação do perímetro urbano de Guarapuava era aguardada há décadas pela população do município. “Em seis anos de governo, o Estado já direcionou a duplicação de todo o trecho urbano da cidade. Isso reflete diretamente na segurança dos usuários e no desenvolvimento econômico do município”, afirmou. Ele também elogiou o projeto por prever a construção das marginais na rodovia.

O investimento é de R$ 25 milhões e a conclusão está prevista para até 2018. Além da duplicação, estão programadas a implantação de vias marginais, uma trincheira, uma ponte e quatro muros de contenção. Está prevista ainda a construção de uma trincheira no entroncamento com a PR-170. As marginais serão em dois quilômetros no lado direito – desde a interseção existente no quilômetro 344 até a entrada da Rua Itambé. No lado esquerdo serão 600 metros de marginais.

O secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, destacou o bom relacionamento do Estado com as concessionárias de pedágio. “Com o entendimento e a parceria, estamos trazendo importantes obras para Guarapuava, que terá seu entorno todo duplicado. Isso gerará mais empregos e segurança para quem trafega”, afirmou. Ele explicou que o projeto para duplicar a PR-466 está em fase de conclusão e a previsão é licitar as obras já no começo de 2017.

Maior programa

As duplicações da BR-277 no perímetro urbano de Guarapuava fazem parte de uma série de obras que estão em execução em trechos estratégicos do Anel de Integração. São cerca de 500 quilômetros de duplicação, entre obras entregues ou em andamento e mais 250 quilômetros em estudo. Desde 2011 já foram investidos cerca de R$ 2 bilhões na duplicação de rodovias no Paraná.

Hospital

Em seguida, o governador visitou as obras de construção do Hospital Regional do Centro-Oeste no bairro Cidade dos Lagos, em Guarapuava. A obra, coordenada e fiscalizada pela Paraná Edificações, já atingiu cerca de 20% de execução. O hospital é a maior obra de edificação do Governo do Estado em todo o Paraná. O prédio terá 16 mil metros quadrados de área construída, com 150 leitos - 30 serão de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de adultos e 10 leitos de UTI pediátrica. O investimento do Governo Estadual, pago pela Secretaria de Estado da Saúde, é de R$ 47,5 milhões.

Colaboração Agência Estadual de Notícias.