27°
Máx
13°
Min

BRDE prevê R$ 150 milhões para financiar obras nos municípios

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) está reforçando sua atuação junto ao setor público e prevê financiar R$ 60 milhões aos municípios paranaenses em 2016. Os recursos fazem parte do BRDE Municípios, programa criado no ano passado pelos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, controladores do banco. A agência paranaense prevê um total de R$ 150 milhões para empréstimos em três anos, somente no Estado. 

Os recursos são destinados, principalmente, para obras de infraestrutura nos municípios, em um momento em que a maioria das prefeituras enfrenta dificuldades para fazer investimentos, por causa da crise econômica, que derrubou a arrecadação e os repasses do governo federal. O programa é realizado em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, por meio do Paraná Cidades. 

“O BRDE Municípios surge para contribuir ainda mais com o desenvolvimento da Região Sul. É uma oportunidade para cidades de todos os tamanhos ganharem mais capacidade para investir em projetos que melhorem a qualidade de vida da população”, diz Orlando Pessuti, diretor Administrativo do banco. 

“Na dificuldade que vive o país, os municípios ficam impedidos de realizar obras importantes de pavimentação, saneamento, construção de escolas e unidades de saúde. Por isso o BRDE está dando sua parcela de contribuição”, afirma Wilson Quinteiro, diretor de Operações do banco. 

Contratados

A maioria dos recursos é para 2016, no entanto, deve ser contratado até junho, por conta da lei eleitoral, explica Sérgio Sato, gerente de operações adjunto responsável pela carteira do setor público. “O ano de 2016 é um ano atípico também por conta das eleições. Por respeito à lei eleitoral, as contratações têm que ser feitas até o início de junho, então a tendência é que esses recursos sejam contratados ainda no primeiro semestre”, diz Sato. 

Dos R$ 60 milhões previstos para o ano, R$ 46,87 milhões já estão sendo contratados. Deste valor, R$ 40,47 milhões foram destinados para obras de infraestrutura urbana e viária em Araucária, Campo Largo, Colombo, Fazenda Rio Grande, Quatro Barras e Pato Branco. A contrapartida dos municípios é de R$ 6,52 milhões. Outros R$ 6,4 milhões vão para obras de pavimentação em Cascavel, projeto anunciado na última quinta-feira (17). 

Orçamento

O orçamento para os municípios faz parte dos R$ 1,33 bilhão previstos para financiamentos (públicos e privados) pela agência do BRDE em Curitiba em 2016. As contratações devem ser puxadas por projetos do agronegócio, energia e infraestrutura para municípios. 

Três Vertentes

O programa BRDE Municípios tem três eixos principais de financiamento. Um deles é saneamento e mobilidade urbana, que envolve drenagem, tratamentos de resíduos sólidos e líquidos, pavimentação, iluminação pública, ciclovia. 

O segundo eixo, que é o de infraestrutura social, urbana e rural, envolve escolas, postos de saúde, centros comunitários, melhorias em estradas vicinais, distritos industriais, infraestrutura turística. A outra vertente do programa é do desenvolvimento institucional, qualificação, modernização de processos e sistema.

Colaboração AEN.