27°
Máx
13°
Min

Brigadistas ajudaram a controlar incêndio na Vila Torres

Os brigadistas foram os primeiros a chegar no local (Foto: Ilustração/Corpo de Bombeiros) - Brigadistas ajudaram a controlar incêndio na Vila Torres
Os brigadistas foram os primeiros a chegar no local (Foto: Ilustração/Corpo de Bombeiros)

Os brigadistas da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) participaram do combate ao incêndio que aconteceu na manhã desta quarta-feira (27), na Vila Torres, no bairro Prado Velho. Eles foram os primeiros a chegar ao local.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, cerca de 10 brigadistas fizeram a proteção do muro da residência onde as chamas começaram. A assessoria de imprensa da PUCPR informou que logo que viram o fogo, os brigadistas da universidade se deslocaram até o local. Eles utilizaram duas mangueiras de hidrante para diminuir as chamas e evitaram que o fogo se alastrasse.

Emergências

A Brigada de Incêndio é regulamentada pela norma NPT 017, que estabelece as funções dos brigadistas em casos emergenciais. De acordo com a norma, as pessoas são treinadas para identificar a situação, acionar o alarme e o Corpo de Bombeiros para ajuda externa, orientar o abandono da área, fazer o corte de energia, prestar os primeiros socorros, combater o princípio de incêndio, além de recepcionar e orientar o Corpo de Bombeiros.

O treinamento para brigadista é realizado em cursos com aulas teóricas e práticas, oferecidas por empresas privadas. Os integrantes podem passar por avaliação do Corpo de Bombeiros durante vistorias técnicas.

Apenas casas térreas ou sobrados e condomínios horizontais estão isentos de ter integrantes treinados para auxiliar no combate de incêndio. Em empresas é indicado que funcionários de todos os setores tenham passado pelo treinamento.

Colaboração Daniela Borsuk