22°
Máx
17°
Min

Bueiro não dá conta de vazão de água e causa alagamento em casa no Uberaba

Água chegou a atingir 1,5 metro (Foto: João Carlos Frigério) - Bueiro não dá conta e causa alagamento em casa no Uberaba
Água chegou a atingir 1,5 metro (Foto: João Carlos Frigério)

Uma família moradora na Rua Afonso Loyola e Silva, no bairro Uberaba, em Curitiba, passou por uma situação atípica na tarde de hoje (10). Depois de 30 minutos de chuva forte, uma forte enxurrada que veio da rua em frente, a Rua Ingá, alagou a casa e causou inúmeros transtornos. A água chegou a atingir mais de 1,5 metros. Na casa, estavam duas mulheres e um bebê, de seis meses, que conseguiu ser retirado pelos vizinhos, em segurança. Moradores do local apontam problemas com bueiros. A Secretaria Municipal de Obras Públicas informou que irá uma equipe fará a visita ao local para averiguar o problema, amanhã pela manhã (11).

“Foram minutos de terror e não entendemos direito o que aconteceu”, avisa Andressa Magalhães, 35 anos. 

E foi a sorte da dona da residência Rita Munhoz, 40 anos, a amiga ter ido visitá-la hoje. Enquanto conversavam, as duas mulheres perceberam o volume de água ir aumentando, depois que a chuva forte iniciou no meio da tarde. A enxurrada causou a queda do portão de ferro – que segundo a proprietária, pesa em torno de 200 quilos – e levou tudo adiante até o fundo. O portão dos fundos, de madeira, também foi derrubado. E, muito desespero porque o Corpo de Bombeiros não conseguia ser acionado. 

O saldo foi a perda de diversos equipamentos da sala de música, localizada no salão de festas, na parte mais baixa da casa, assim como eletroeletrônicos e móveis. O cachorro da família se protegeu em cima da mesa de sinuca, no salão de festas, e precisou ser salvo por um vizinho. 

A proprietária da casa mora no local há dois anos e diz nunca ter visto nada igual.  Os vizinhos que estavam no local para ajudar na limpeza de pedras e sujeiras que a água trouxe afirmam que o problema é causado pelos bueiros que não dão conta da vazão de água.


Portão de mais de 200 quilos foi derrubado com a enxurrada. (Foto: João Carlos Frigério)

Colaboração João Carlos Frigério