26°
Máx
19°
Min

Buraco na rua ou rua no buraco? Transtorno para moradores do Boqueirão

Buraco na rua ou rua no buraco? Transtorno para moradores do Boqueirão

A vassoura mal para no lugar. Os panos nem tem tempo para secar e já precisam ser usados novamente. Essa é a realidade diária de Arnaldo Coelho, morador da rua Augusto Schechtel, no bairro Boqueirão, em Curitiba.

Praticamente destruída, é difícil dizer se há buracos na rua e se há uma rua nos buracos. A poeira em dias secos e o barro em dias de chuva tornam a rotina de Arnaldo e de outros moradores bastante cansativa e repetitiva.

“Eu preciso limpar a minha casa pelo menos duas vezes ao dia. O pó que sobe em dias quentes e o barro que se forma quando chove acaba deixando a minha casa sempre suja, causando um transtorno diário para mim”, afirmou Arnaldo.

Segundo ele, há um ano a prefeitura passou o anti-pó na rua. “Mas em um mês já estava tudo destruído.” De acordo com o morador, desde então, nenhuma nova medida foi tomada pelo executivo municipal para tentar solucionar o problema.

Em nota, a Secretaria de Urbanismo informou que rua citada "está inserida em um loteamento que não é aprovado na Prefeitura e, portanto, não é um arruamento oficial." No entanto, segundo a nota, a Administração Regional do Boqueirão "tem executado trabalhos de manutenção de maneira paliativa."

"As fortes e constantes chuvas que caíram na cidade nos últimos meses atrasaram o cronograma das obras de manutenção, mas a Regional informa que o serviço de colocação de saibro será realizado nas próximas semanas", afirmou a Secretaria, durante o texto. 

A nota termina afirmando que os proprietários devem buscar a regularização do loteamento junto à Prefeitura, através da incorporadora e/ou imobiliária que negociou os lotes. "Em caso de dúvida, os moradores devem procurar a Regional do Boqueirão (núcleo de Urbanismo ou Administração Regional) e também registrar suas solicitações através do 156", finalizou.

Colaboração: Lucas Rocha/Rede Massa