22°
Máx
14°
Min

Cachorro de estimação ataca dona e família sacrifica animal

Uma mulher e um casal de adolescentes precisaram ser encaminhados com ferimentos graves depois que foram atacados pelo cachorro de estimação da família, na tarde deste domingo (1), em Curitiba.

De acordo com o capitão Feitoza, da Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, vizinhos teriam ouvidos gritos e uma confusão muito grande vindo da casa. Quando a equipe do capitão chegou ao local, descobriram que se tratava do ataque do animal.

Quando os policiais entraram junto com vizinhos dentro da residência, o cachorro, da raça rottweiler, partiu para cima dele. “Neste momento, um dos policiais ficou acuado em um canto da residência e para evitar o ataque do cachorro, disparou contra o animal”, explicou o capitão.

Assustado, o bicho de estimação correu para dentro de uma edícula. Foi aí que um dos policias trancou o animal dentro do cômodo. A mulher que foi atacada pelo animal teve ferimentos graves nos braços e precisou ser encaminhada ao hospital do Trabalhador, junto com um casal de adolescentes, que se feriu ao tentar evitar o ataque.

A família, então, afirmou que iriam sacrificar o animal. A Polícia, no entanto, resolveu intervir. “Como ele estava trancado e acuado, pedimos apoio do canil do Bope.” Os policiais do canil foram ao local e controlaram o cachorro, para que o veterinário conseguisse sedar o animal e, assim, aplicar a injeção letal.

De acordo com o capitão, é muito difícil confirmar a causa para o ataque. “O animal estava com a família há sete anos. Eles relataram que ele era imperativo, mas nunca tinha chegado a esse ponto. O que pode ter ocasionado o ataque é o fato da família ter adotado outro cachorro, recentemente. Mas é muito difícil afirmar isso”, afirmou.