22°
Máx
17°
Min

Cachorro impede fuga de presos em Pontal do Sul

Cachorro impede fuga de presos em Pontal do Sul

A tentativa de fuga de alguns presos da carceragem do balneário Pontal do Sul, no litoral do estado, foi frustrada pelo cão de guarda que mora no local. Braw, como foi batizado pela equipe, chamou a atenção dos agentes da carceragem, que flagraram a ação dos detentos.

De acordo com um plantonista da cadeia, que preferiu não se identificar, a tentativa de fuga aconteceu por volta de 23h30 de terça-feira. “Os presos de uma das galerias estavam agitados porque um deles estava passando mal. Mas era só para distrair o serviço, na outra galeria os presos estavam cavando um buraco para fugir”, contou.

Quem atraiu a atenção dos agentes para a tentativa de fuga foi Braw. “A equipe notou pelas câmeras de segurança nos fundos da carceragem que o cachorro estava agitado demais, olhando para o chão e tentando cavar. Foi então que perceberam que tinha gente tentando sair pelo buraco no chão”, disse. Ele reconhece que provavelmente os presos teriam conseguido fugir se o cachorro não tivesse agido. “O cachorro ajudou muito”.

Braw é um filhote que está na carceragem há aproximadamente quatro meses. Esta não foi a primeira vez que ele entrou em ação junto com a equipe. O cachorro também evitou que os presos recebessem materiais jogados de fora da carceragem. “Ele é dócil e brincalhão, mas na hora de lidar com bandido é mais afoito”, disse o plantonista.