22°
Máx
17°
Min

Cadelinha adotada por moradores é morta envenenada

Cadelinha adotada por moradores é morta envenenada

O caso gerou comoção nas redes sociais e indignou quem vive no Bairro Maracanã, em Foz do Iguaçu. A cadelinha Tereza, como era chamada carinhosamente, foi adotada por uma moradora, a Tânia, há quatro anos. Desde então todos os vizinhos passaram a ajudar nos cuidados com o animalzinho.

A cadelinha estava na rua, mas ganhou uma casinha, mimos e muito carinho, além de alimentação. Recentemente Tereza precisou de cuidados veterinários, por ter sido atropelada, mas durante a recuperação, depois que voltou da clínica veterinária, acabou envenenada.

Ao perceber que Tereza estava mal, Tânia a levou ao veterinário, mas nada pode ser feito para salvar a cachorrinha. Um cartaz na casa de uma das moradoras, explica que o motivo para a crueldade pode ter sido o barulho dos latidos.

A indignação tomou conta de quem conhecia a história da cadelinha, cuidada pela vizinhança. Na casinha uma faixa de luto e muitas cartas com histórias de emocionar.

O local ficou para o Romeu, o companheiro fiel de Tereza. Desde a morte dela, o cachorrinho, que também era de rua e foi adotado, parece estar triste.

Os moradores afirmam que vão procurar a delegacia para registrar o caso e tentar identificar quem envenenou a cadelinha Tereza.

Colaboração: Roberta Campos e Márcio Neves / Rede Massa