23°
Máx
12°
Min

'Cães comunitários' são protegidos por lei contra maus tratos

(Foto: Priscila Koteski / Rede Massa) - 'Cães comunitários' são protegidos por lei contra maus tratos
(Foto: Priscila Koteski / Rede Massa)

Vários cachorros abandonados vêm recebendo cuidados e carinhos de algumas empresas de Ponta Grossa. Eles são os chamados ‘cães comunitários’, que são protegidos por lei contra maus tratos.

É o caso do Amarelo, que agora tem uma casinha com coberta e até roupa. Quem vê ele mimado assim não imagina que até pouco tempo atrás ele sofria sozinho e com fome pelas ruas da cidade. Isso até o caminho dele cruzar com o da empresária Simone Ferreira. “Vendo aquela situação, já coloquei um potinho de água e um pouco de ração. Como estava um tempo bem frio, o Amarelo sempre vinha, ele era bem arredio no início, mas eu fui conquistando e cativando ele”, relembra.

O Amarelo também recebeu todos os cuidados médicos necessários e foi castrado com a ajuda da comunidade local. A jornalista Cláudia Noviski também colabora com o bem-estar do cão. “Ele é o nosso ‘xodozinho’, não tem que não conheça ele. Isso foi bom porque alertou as pessoas para o cão comunitário, para fortalecer as leis que defendem eles”, completa.

Outras empresas de Ponta Grossa também adotaram a iniciativa, como lojas, mercados e outras instituições. A advogada Gardência Mascarelo, presidente da Comissão de Defesa Animal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção Ponta Grossa, explica que maltratar esses animais é crime. “A lei 17.422, de 2012, protege esse animal. Além de receber proteção legal; a pessoa que evita ou que prejudica a alimentação e o cuidado do cão comunitário incorre em crime de maus tratos”, esclarece.

Para garantir a segurança do Amarelo, que já foi alvo de reclamações de alguns vizinhos, a Simone colocou uma placa na casinha dele explicando que ele é um cão comunitário e, assim, é protegido por lei.

Colaboração Priscila Koteski, da Rede Massa.