23°
Máx
12°
Min

Cães da PM do Paraná atuarão na segurança das Olimpíadas 2016

Cães da PM do Paraná atuarão na segurança das Olimpíadas 2016

Três cães da Polícia Militar do Paraná, e seus condutores, farão parte do esquema de segurança dos Jogos Olímpicos 2016, no Rio de Janeiro. Eles atuarão no policiamento ostensivo e na detecção de explosivos nos locais de competição e de estadia dos atletas. Os cães Stive, Zika e Buster e os condutores – soldados Marcos Aurélio de Souza, Maickon da Rosa e Marcelo Lucas Trauchinski, embarcam para o Rio nesta segunda-feira e terça-feira (4 e 5) e permanecerão até o fim das Olimpíadas e Paraolimpíadas.

A Companhia de Operações com Cães (COC) pertence ao Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM. A participação da equipe paranaense atende a um pedido do Ministério da Justiça. Stive é um pit bull de quase dois anos e atuará no policiamento ostensivo na Vila Olímpica. Já Buster, de três anos, e Zika, de um ano e meio, ambos da raça pastor belga malinois, farão parte de um grupo seleto de cães especialistas em detectar substâncias explosivas. De acordo com o comandante da Companhia de Operações com Cães, capitão Paulo Siloto, há somente quatro cães com essa habilidade na região Sul do Brasil, dos quais três são paranaenses.

Para o comandante do Bope, tenente-coronel Hudson Leôncio Teixeira, a Companhia de Operações com Cães da PMPR é um exemplo no Brasil e o reconhecimento vem com este convite para as Olimpíadas. “A participação nas Olimpíadas e Paraolimpíadas é muito importante para o Batalhão, porque, além de por em prática os conhecimentos adquiridos nos treinamentos, as equipes vão operar num ambiente totalmente diferente do nosso cotidiano. Nossos cães serão postos à prova e os policiais da COC terão oportunidade de interagir com policiais de outros estados, aprimorando técnicas e conhecendo novos equipamentos”, avaliou o comandante.

Assessoria PM/PR