21°
Máx
17°
Min

Câmeras de segurança ajudam polícia a identificar suposto maníaco

Imagens de câmeras de segurança auxiliaram a Polícia Civil a elucidar um crime bárbaro registrado no início deste mês em Pato Branco, no sudoeste do Paraná. A identidade do suspeito foi revelada na manhã desta quarta-feira (22) à imprensa, através de coletiva na sede da 5ª SDP.

Guilhermo Eduardo Benites, 19 anos, de naturalidade paraguaia, é considerado pela polícia um perigoso serial killer. Ele é suspeito de ter matado Sirlei Siqueira da Silva com requintes de crueldades. Ela foi estrangulada e teve uma garrafa introduzida no órgão genital no último dia cinco. O corpo foi encontrado ao lado do Viaduto, no cruzamento da Avenida Tupi com a Rua Ivaí, no bairro Pinheirinho.

Dias depois, ele foi preso suspeito de matar a indígena Sebastiana Nivagsanh Mendes na cidade de Cascavel. A mulher foi encontrada em um terreno baldio no bairro Alto Alegre e estava seminua. O suspeito foi preso e confessou o crime. Nesta terça-feira (21), em depoimento ao delegado de Pato Branco, ele também confessou a autoria do homicídio de Sirlei. A polícia, porém, acredita que ele possa ter feito mais vítimas.

Vídeos

Nas imagens divulgadas pela polícia, ele aparece pedindo dinheiro para uma mulher que está sentada em um banco. A mulher entrega uma nota para ele, mas parece não dar muita atenção ao suspeito. Segundo a polícia, foi pela falta de interesse na conversa do rapaz que a mulher que aparece nas imagens acima se salvou.

Neste outro vídeo, que aparece logo abaixo, é possível ver uma mulher com blusa branca e calça escura subindo a rua. No alto do vídeo, aparece o suspeito, que consegue abordar a mulher e a leva até um terreno baldio, onde comete o crime. Pouco depois, ele aparece nas imagens descendo a rua, já depois de ter assassinado a mulher.


Ele declarou aos policiais que conseguia dinheiro se passando por surdo mudo, chegou a ganhar R$ 1 mil em um dia, e as passagens geralmente conseguia em igrejas. Ele permanece preso na cadeia pública da 15ª SDP de Cascavel.

Colaboração Cristiane Guimarães / Rede Massa, Monique Sfoggia / Rede Massa, e portal RBJ.