21°
Máx
17°
Min

Candidatos de Ponta Grossa poderão gastar até R$ 1,5 milhão em campanha

Foram publicadas no Diário de Justiça Eletrônico do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) as tabelas atualizadas com os limites de gastos de campanha, conforme previsto na Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97). Para as eleições deste ano, os candidatos à Prefeitura terão o teto de R$ 1.548.391,21 para a campanha do primeiro turno.

Em caso de segundo turno, os dois postulantes à vaga de prefeito poderão gastar, no máximo, R$ 464.517,36. Para os candidatos a vereador, o valor máximo estabelecido pelo TSE é R$ 93.515,09.

Os números de Ponta Grossa estão abaixo, além da capital Curitiba e de São José dos Pinhais (na região metropolitana da capital), de cidades do mesmo porte, como Londrina, Maringá e Foz do Iguaçu.

O teto para gastos com a campanha eleitoral corresponde a 70% do maior valor gasto nas últimas eleições municipais – no caso de Ponta Grossa, o então candidato Péricles de Holleben Mello gastou cerca de R$ 2,3 milhões e conseguiu chegar até o segundo turno das eleições.