28°
Máx
17°
Min

Caseiro é preso por participação na morte de dono de parque aquático

(foto: Dia a Dia Arapongas) - Caseiro é preso por participação na morte de dono de parque aquático
(foto: Dia a Dia Arapongas)

A Polícia Civil de Arapongas confirmou nesta quarta-feira (6) a prisão do quinto acusado de participação na morte do empresário João Molinari, assassinado a tiros dentro do parque aquático de sua propriedade em Sabáudia, no dia 9 de fevereiro.

João Antônio Chaves, de 28 anos, era caseiro da propriedade onde o parque ficava instalado e era considerado homem de confiança da vítima. Ele foi preso em Andirá, no norte pioneiro, e transferido para Arapongas.

Segundo o delegado Marcelo Sakuma, responsável pela investigação do caso, Chaves atuava como informante do bando, e pediu demissão um dia após o crime.

Quatro pessoas acusadas de participação já haviam sido detidas uma semana após o latrocínio. No entanto, pelo menos dez homens teriam participado da ação, que resultou no roubo de cerca de R$ 60 mil.

Molinari foi morto na presença da esposa e dos três filhos, que também foram agredidos pelo bando. A quadrilha fugiu em um carro da família, um Gol de cor vermelha, abandonado em um matagal próximo ao local do crime.

A família decidiu fechar o parque por tempo indeterminado.

(com informações do Dia a Dia Arapongas)