22°
Máx
16°
Min

Castração pública em Curitiba deve começar em julho

(Foto: Brunno Covello/SMCS (arquivo)) - Castração pública em Curitiba deve começar em julho
(Foto: Brunno Covello/SMCS (arquivo))

A Prefeitura de Curitiba prevê que até o começo de julho os procedimentos cirúrgicos de esterilização de cães e gatos comecem a ser realizados nas regionais da cidade. O município começou nesta terça-feira (3) a assinatura dos contratos de prestação de serviço para a castração pública.

A expectativa é que até o fim do ano a Rede de Proteção Animal realize 7 mil castrações de cães e gatos. Serão castrados animais de famílias beneficiadas e inscritas em programas sociais como Bolsa Família, Armazém da Família e por programas da Fundação de Ação Social (FAS) da Prefeitura de Curitiba, além dos animais de protetores independentes e organizações não governamentais.

O primeiro convênio, assinado hoje, foi firmado com a Clínica Veterinária Dr. Ricardo, credenciada para a operação do centro cirúrgico móvel de saúde animal, o chamado castramóvel. Até dezembro o veículo passará por todas as dez administrações regionais, conforme calendário que será divulgado pela Rede de Proteção Animal.

“Pela primeira vez será realizado em Curitiba a castração com unidade móvel pela Prefeitura. O atendimento pelo castramóvel facilita a adesão da população, já que os proprietários de animais não precisarão se deslocar ao centro da cidade para a realização do procedimento”, avalia o secretário municipal de Meio Ambiente, Renato Lima.

O início das castrações depende da aprovação do projeto técnico, entregue pela clínica credenciada, ao Conselho Regional de Medicina Veterinária do Paraná (CRMV-PR). “Está é uma antiga reivindicação da comunidade que é atendida pela administração municipal. A saúde animal está no plano de governo e estamos realizando todos os pontos apresentados", completou o coordenador da Rede de Proteção Animal, Paulo Colnaghi.

Para inscrever os animais no programa de castração é necessário preencher um formulário e a assinar um termo de responsabilidade pelo proprietário ou protetor. Os responsáveis passarão obrigatoriamente por uma palestra, que será realizada no local e na hora da castração, para orientações e entrega de medicamentos que serão prescritos no pós- operatório.

Colaboração Prefeitura de Curitiba