26°
Máx
19°
Min

Celular aproxima polícia de assassino de conselheiro tutelar em Cambará

(foto: Polícia Civil/Divulgação) - Celular aproxima polícia de assassino de conselheiro tutelar
(foto: Polícia Civil/Divulgação)

Policiais militares da Agência Local de Inteligência (ALI) do 2º Batalhão cumpriram mandado de busca e apreensão de um celular Samsung Galaxy Gran Prime de cor branca pertencente ao conselheiro tutelar Wilson Akia Frutani, de 54 anos, assassinado a golpes de cutelo na noite de sábado (26) em sua residência em Cambará, Norte Pioneiro.

O aparelho estava com um homem de 34 anos. Aos policiais, ele relatou que comprou o smartphone por R$ 300 e passou o nome do vendedor, que também disse ter pago R$ 200 a um adolescente de 17 anos pelo objeto.

Por coincidência, quando os compradores do telefone estavam na delegacia prestando depoimento, o adolescente chegou depois de ser apreendido pela guarda municipal portando uma garrucha.

“Ele nega veementemente ter participado do crime, diz que estava em na praça no dia em que aconteceu. Ele já era suspeito do latrocínio, foi liberado depois de prestar depoimento, mas diante destes fortes indícios deve ter o pedido de apreensão apresentado”, afirmou o investigador Boaventura, da delegacia de Cambará.