24°
Máx
17°
Min

Central de Materiais Recicláveis começa a funcionar nesta quinta-feira em Maringá

Sete cooperativas vão atuar no local (Foto: Elizabeth Nader/Prefeitura de Vitória) - Central de Materiais Recicláveis começa a funcionar nesta quinta-feira
Sete cooperativas vão atuar no local (Foto: Elizabeth Nader/Prefeitura de Vitória)

A partir desta quinta-feira (21), sete cooperativas de Maringá vão atuar na Central de Valorização de Materiais Recicláveis, que começa a funcionar às 15h. São dois barracões com mais de 700 m², localizados no Parque Industrial, com caminhões, máquinas de reciclagem e funcionários.

A Central de Valorização surgiu por meio de um projeto de R$ 20 milhões da iniciativa privada, aprovado pelo governo do Estado, para a implantação de unidades em Maringá, Londrina, Cascavel, Francisco Beltrão, Guarapuava, Ponta Grossa e região de Curitiba.

Em Maringá, o Sindibebidas investiu R$ 2,5 milhões, com contrapartida de R$ 650 mil da prefeitura. O espaço vai atender a CooperMaringá, CooperNorte, CooperCanção, CooperAmbiental, CooperCicla, CooperVidros e CooperPalmeiras.

Funcionamento

Com a Central de Valorização, a meta é acelerar o processo de reciclagem de materiais em Maringá. Nessa primeira etapa, serão entregues os maquinários para o processamento de papel e papelão, com expectativa de 400 toneladas por mês. As outras etapas da estrutura devem entrar em funcionamento até o fim deste ano. 

Cerca de 200 famílias atuarão e vão receber treinamento de segurança do trabalho para o manuseio do maquinário.

Colaboração Prefeitura de Maringá