24°
Máx
17°
Min

Christiane Yared diz que encontra Carli Filho apenas no Tribunal do Júri

A deputada federal Christiane Yared, mãe de Gilmar Rafael, uma das vítimas do acidente envolvendo Luiz Fernando Ribas Carli Filho, divulgou um vídeo na manhã deste sábado (7) para responder as declarações feitas pelo ex-deputado estadual. Ela disse que Carli Filho está “um pouco atrasado para o enterro” de seu filho. O acidente completa hoje sete anos.

“O senhor foi desumano ao postar o vídeo nesta data. Se o senhor precisa pedir perdão, isto deve ser feito à sociedade. O Júri Popular vai dizer se o senhor é culpado ou inocente. Às vésperas do Júri Popular o senhor vem dizer que não teve intenção de matar, que sabe que meu filho e seu amigo não saíram para morrer. O senhor assumiu o risco. O senhor bebeu, e muito. O senhor estava em altíssima velocidade”, comentou Christiane.

Quanto à menção de Carli Filho sobre a tristeza de seus pais, a mãe de Gilmar Rafael respondeu que o ex-deputado teria que presenciar o que acontece na cada dela para saber o que é sofrimento. “Iremos nos encontrar logo. E será no Tribunal do Júri”, disse.

Defesa

O advogado Elias Mattar Assad, que defende a família Yared, afirmou - em nota - que Carli Filho produziu um vídeo profissional, "harmônico com sua cambaleante tese jurídica". Para ele, houve uma falsa emoção por parte do ex-deputado, com leitura de roteiro e maquiagem para acentuar as cicatrizes. "(Ele) não respeitou o dia mais triste das vidas de suas vítimas, para divulgar seu vídeo defensivo. No vídeo apenas 'confessa' tese jurídica absurda de que 'foi um mero acidente', quando embriagado e a 173 km/hora, tentou aquele criminoso salto com seu 'possante', apesar da sinalização em amarelo intermitente", traz a nota.

De acordo com ele, a defesa do ex-deputado, após ter sua "tese de 'mero acidente' repelida pela Justiça do Paraná e em Brasília, tenta preparar a opinião pública para o que vai sustentar no júri". "Debateremos esses aspectos fáticos e técnicos no Tribunal do Júri", finalizou.