22°
Máx
16°
Min

Cidade está à beira de epidemia de dengue com 288 casos confirmados

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Toledo) - Cidade está à beira de epidemia de dengue com 288 casos
(Foto: Divulgação/Prefeitura de Toledo)

À beira de uma epidemia de dengue em Toledo, a Secretaria Municipal de Saúde pede ajuda da comunidade para acabar com os focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor também de zika e chikungunya. O município possui 619 casos notificados, 288 já confirmados, 143 descartados e 220 ainda em análise. 

O diretor geral de Saúde, Fernando Pedrotti, explicou que Toledo está em situação pré-epidêmica, quando existem entre 100 e 300 casos de dengue para cada 100 mil habitantes. “No total, temos 165 casos para cada cem mil habitantes. Isso é preocupante e corremos sim risco de epidemia em nosso município”, destacou.

Os bairros com maior número de pacientes são o Centro (29 casos), Jardim São Francisco (19 casos), Vila Pioneiro (16 casos) e Jardim Maracanã (14 casos). 

“Cada espaço precisa estar livre de água parada para evitar procriação do mosquito Aedes aegypti. Não queremos e não podemos permitir uma epidemia no município. Pessoas devem olhar as calhas de seus quintais, o vaso sanitário, vasos de planta, atrás da geladeira, jardim, sacolas plásticas e também lavar o recipiente de comida e água dos cachorros”, pediu o diretor.

Dia Mundial da Saúde

Na próxima sexta-feira (7), Dia Mundial da Saúde, a Prefeitura fará ações de prevenção da dengue. O Ecoponto Itinerante, onde as pessoas podem depositar resíduos, será levado até o Centro, bairro com maior número de casos confirmados da doença. Também haverá panfletagem em parceria com a Secretaria de Educação.

Colaboração: Prefeitura de Toledo