21°
Máx
17°
Min

“Cinderela de Curitiba” perde sapatilhas do casamento em biarticulado

(Foto: Divulgação) - “Cinderela de Curitiba” perde sapatilhas do casamento em biarticulado
(Foto: Divulgação)

Eron Silva Junior, de 26 anos, estava trabalhando quando recebeu uma ligação. Ele pegou o celular e viu que era a noiva dele, Tais Marques Pereira, 24, que estava ligando. Eron atendeu e logo se assustou. A companheira estava chorando e pedindo a ajuda de Eron. Entre os soluços e as lágrimas intermináveis, Tais explicou o que tinha acontecido.

Os dois vão casar no próximo dia 16 de abril. A noiva tinha tirado o dia para provar o vestido. Para isso, levou o par de sapatilhas que havia escolhido para subir ao Altar a fim de escolher o modelo que melhor combinaria. Para chegar ao centro de Curitiba, Tais decidiu pegar o biarticulado Santa Cândida/Capão Raso.

Quem utiliza a linha, sabe que o ônibus costuma estar bastante cheio, especialmente nos horários com maior movimento de pessoas. Foi o que aconteceu com a noiva. Mesmo com a lotação, Tais achou um lugar para sentar e acomodou as sapatilhas brancas, que estavam em uma sacola rosa, em um cantinho. Quando chegou ao destino, Tais desceu do ônibus. No entanto, os sapatos ficaram.

Desesperada, a primeira coisa que pensou foi em ligar para Eron. Aos prantos, ela afirmou que tinha receio de não achar uma sapatilha que combinasse com tudo que já havia escolhido. Tais, então, pediu ajuda a Eron. O rapaz resolveu publicar em uma rede social. Os compartilhamentos começaram a acontecer e logo, a situação teve um desfecho feliz.

A vendedora que tinha vendido as sapatilhas originais para Tais conseguiu encontrar no estoque um par exatamente igual ao que se perdeu no biarticulado. Além disso, várias empresas já procuraram o casal, oferecendo sapatilhas de diversas formas e diferentes cores. Mesmo assim, Eron ainda não desistiu de achar o par perdido.

No entanto, segundo ele, a intenção é doar as sapatilhas originais, se elas forem encontradas. “Já conseguimos uma igual para o casamento, por isso queremos doar a original, se a gente encontrar ela”, afirmou. Por isso, se você viu um par de sapatilhas brancas dentro de uma sacola rosa em um biarticulado de Curitiba, se manifeste e ajude o casal a recuperar o par e realizar a boa ação.

Confira o post de Eron: