26°
Máx
19°
Min

CMC se pronuncia após acusação contra vereador Professor Galdino

(Foto: Divulgação) - CMC se pronuncia após acusação contra vereador Professor Galdino
(Foto: Divulgação)

Após a vereadora Carla Pimentel acusar o vereador Professor Galdino de agressão física e sexual dentro da Câmara Municipal de Curitiba e o caso ir parar na delegacia, a CMC se pronunciou nesta quinta-feira (15) e divulgou uma nota repudiando “qualquer forma de agressão, seja ela física, verbal, sexual ou de natureza intimidatória”.

Segundo a nota, a detenção do vereador pela Guarda Municipal e o encaminhamento do mesmo até o 1º Distrito Policial, foi uma ação que “demonstra a seriedade com que o caso está sendo tratado e comprova que não haverá nenhum tipo de corporativismo por parte desta Casa”.

A Câmara está aguardando a formalização da denúncia por parte da vereadora e depois de protocolada, a Mesa terá cinco dias para decidir se encaminha para a Corregedoria, para o Conselho de Ética ou se abre uma Comissão Processante em plenário.

De acordo com o pronunciamento feito através da assessoria de imprensa da Casa, será garantida a ampla defesa ao vereador. Se confirmada a quebra de decoro, o Regimento Interno da Câmara prevê censura pública, suspensão temporária do mandato ou a perda do mandato.

Com informações da Câmara Municipal de Curitiba