23°
Máx
12°
Min

Codefoz debate segurança pública na fronteira

Foto: Assessoria de imprensa - Codefoz debate segurança pública na fronteira
Foto: Assessoria de imprensa

O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz) realiza a segunda reunião ordinária do ano, nesta quarta-feira (13), às 18:30 horas, no auditório da Delegacia da Polícia Federal de Foz do Iguaçu.

Entre os principais assuntos na pauta estão apresentações das atividades da Câmara Técnica de Segurança Pública do órgão e do Sistema de Segurança do Projeto Beira Foz.

Além dos membros do Codefoz, participam da reunião os representantes das forças de segurança e autoridades consulares do Brasil, Paraguai e Argentina.

O objetivo é reunir demandas das entidades da sociedade civil organizada, de representantes da comunidade, associações de bairro e outros segmentos sociais, por meio de um amplo debate sobre a segurança pública na região trinacional.

O presidente do Codefoz, Roni Temp, explica que o diagnóstico e o levantamento de propostas da comunidade contribuirão para a adoção de medidas de fortalecimento do sistema de segurança pública nas cidades de Foz do Iguaçu, Ciudad del Este e Puerto Iguazú.

As ações conjuntas visam, ainda, ampliar a atuação integrada das instituições policiais e demais setores governamentais dos três países.

Roni Temp destaca a importância do diálogo entre os setores públicos e privados das Três Fronteiras.

“A nossa região é integrada e por isso precisamos debater e apresentar soluções conjuntas, de melhorias para os três países”, enfatiza.

Para ele, a participação da população qualifica e amplia as discussões.

“Na reunião, a comunidade poderá apresentar propostas de melhorias para a segurança pública”, explica Roni Temp.

A segurança pública na região trinacional é assunto discutido de forma permanente pela Câmara Técnica do Codefoz, por meio de reuniões periódicas entre os representantes do setor.

Os encontros debatem e aprovam ações táticas na zona primária, medidas de prevenção e inteligência, bem como, políticas públicas integradas a serem desenvolvidas nas cidades das Três Fronteiras.

Colaboração: Assessoria de imprensa