28°
Máx
17°
Min

Com 80% da reconstrução pronta, Ouro Verde começa a ganhar cadeiras

(foto: UEL/Divulgação) - Com 80% da reconstrução pronta, Ouro Verde começa a ganhar cadeiras
(foto: UEL/Divulgação)

Quatro anos e meio após ter sido atingido por um incêndio, o Cine Teatro Ouro Verde entra na fase final de obras, com instalações dos últimos equipamentos, pintura e reparos finais, com previsão de ser concluído no final de março do próximo ano. A administração da UEL visitou as obras do Cine Teatro nesta quinta-feira (8) para verificar in loco o andamento do cronograma.

As 750 poltronas começam a ser instaladas já na próxima semana, enquanto o imenso palco, de quase 40 metros quadrados, já recebe lixamento. Cerca de 80% dos serviços já foram realizados.

Na tarde desta quinta, funcionários trabalhavam na parte final de instalação do sistema de ar condicionado, na pintura dos corredores de acesso ao andar de cima e na forração do mezanino do andar superior. Toda a estrutura de iluminação e cênica foi instalada, assim como foram concluídas a instalação do sistema de ar condicionado, pintura, forração em madeira e o piso do andar inferior.

A reitora da UEL Berenice Quinzani Jordão afirmou que este é um momento importante para verificar o andamento dos trabalhos, já que as obras entram na terceira e última fase. Ela disse que ficou satisfeita com o cumprimento do cronograma, bem como com a qualidade da obra assinada pela Regional Planejamento e Construções.

A reitora destacou a procedência dos materiais utilizados na construção e equipamentos, como as poltronas feitas em madeira de lei, com revestimento em tecido verde, bastante semelhante às originais. Como se trata de obra considerada patrimônio histórico, é importante recuperar os materiais originais, como as antigas pastilhas da fachada e os pisos em madeira e granitina.

"Ao mesmo tempo estamos seguindo algumas normativas de segurança, isto significa intervir em alguns restauros", comentou a reitora. Para a diretora da Casa de Cultura da UEL, professora Cleusa Caccione, depois de concluído, o Ouro Verde será o maior e melhor teatro da região, considerando dimensão do palco, qualidade de equipamentos, localização e importância histórica. "Teremos condições de receber espetáculos de grande porte, desde uma grande orquestra à uma companhia de dança", exemplificou.

Além da reitora e da diretora, a equipe da UEL foi composta pelo vice-reitor, Ludoviko Carnasciali dos Santos, pelo Prefeito do Campus, Dari Toginho Filho e pelos assessores que acompanham as obras, arquiteta Luciana Paz de Almeida e o engenheiro Eliseu Glober.

(com informações da Agência UEL)