22°
Máx
16°
Min

Com denúncias de moradores, PM prende dois foragidos e equipamentos utilizados em assaltos

Com denúncias de moradores, PM  prende dois foragidos

Um trabalho de investigação da Polícia Militar resultou na prisão de dois homens foragidos da justiça, na tarde desta quarta-feira (11). De acordo com informações do capitão Periguari, que comandou a ação, a dupla praticava assaltos a cargas e veículos em Curitiba e Região Metropolitana.

Segundo o capitão, tudo começou com denúncias de moradores de São José dos Pinhais. “Eles relataram à Polícia Militar que um foragido da justiça estaria morando na região central da cidade.” Quando os policiais chegaram na rua Mendes Leitão, encontraram André Monteiro Reis, que estava foragido com um mandado de prisão por roubo de cargas e veículos.

Com o homem, foi encontrada a chave de um veículo. O suspeito, depois de alguns questionamentos, revelou que o carro roubado estava escondido. “Ele afirmou que o Cruze branco estava estacionado no aeroporto. Pedimos apoio para a equipe da Polícia Militar que atua no Afonso Pena e eles encontraram o veículo.”

No entanto, o trabalho não terminou por aí. Depois de prender André, a equipe do capitão Periguari, em conjunto com policiais do serviço reservado do 17º batalhão da Polícia Militar, seguiram para a casa do suspeito de ser o comparsa do assaltante. Assim que chegaram na rua Luiz Batistel Ramos Junior, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, encontraram Claudiney França Nunes, vulgo “japa”, de 30 anos.

Segundo o capitão, ele também estava foragido e tinha sido condenado pelos mesmos crimes de André. Na casa do “Japa”, os policiais encontraram outro veículo roubado – um Tiida prata -, duas pistolas de calibre .380, munições, miguelitos - objetos utilizados para furar pneus -, um colete balístico, dois rádios transmissores e um bloqueador de sinal com 14 antenas. “Esse aparelho era utilizado por eles para bloquear o sinal de rastreamento dos veículos roubados”, explicou.

André e "Japa" foram levados junto com os objetos apreendidos para a delegacia de São José dos Pinhais, onde ficam à disposição da justiça. Além da condenação que estão devendo, os dois devem responder pelos possíveis novos assaltos que realizaram enquanto estavam foragidos.

Trabalho em conjunto com a comunidade é essencial, afirma capitão

Para o capitão Periguari, a operação só aconteceu pelo apoio e pelas denúncias realizadas pelos moradores. “Muita gente ligou e passou informações ricas em detalhes, o que possibilitou que fizéssemos um trabalho de inteligência, resultando na prisão da dupla e na apreensão dos objetos utilizados por eles. Por isso incentivamos que as pessoas realizem as denúncias pois elas ajudam e muito o trabalho da Polícia Militar.” Ele lembrou que é possível realizar denúncias pelos telefones 190 e 181, que podem ser anônimas, se o denunciante assim preferir.