23°
Máx
12°
Min

Com direito a ‘procissão’, Santa Casa de Uraí reabre as portas

A prefeitura de Uraí decidiu prorrogar a intervenção na Santa Casa, garantindo o funcionamento da unidade hospitalar que havia sido fechada na última segunda-feira (19) sob alegação do fim do convênio estabelecido entre as partes.

Na manhã desta quarta-feira (19), moradores foram às ruas em protesto e fizeram uma ‘procissão’ da igreja central até a rua Professoa Ana Dias de Souza, onde fica o hospital. Eles carregavam um caixão com uma faixa “luto pela saúde de Uraí”.

Na segunda-feira, o prefeito Sérgio Henrique Pitão havia afirmado que a irmandade responsável pela Santa Casa até a realização da intervenção, há dois anos, havia pedido a devolução do hospital em maio deste ano sem falar em renovação do acordo.

O repasse da prefeitura, que começou em R$ 60 mil e chegou até R$ 190 mil mensais, será mantido, garantindo o funcionamento do hospital até o final da gestão de Pitão, em dezembro. Como o provedor da Santa Casa de Uraí, Luis Marcelo Cazella Correia, foi eleito vice-prefeito, o convênio deve ser mantido sem problemas a partir de janeiro de 2017.