23°
Máx
12°
Min

Com estragos causados pelas chuvas, prefeitura de Maria Helena deve decretar emergência

(Foto: Portal da Cidade - Umuarama) - Com estragos causados pelas chuvas, prefeitura deve decretar emergência
(Foto: Portal da Cidade - Umuarama)

A Prefeitura Municipal de Maria Helena (a 83 quilômetros de Cianorte) pode decretar estado de emergência em virtude dos estragos causados pelas chuvas. Na estação meteorológica mais próxima, que fica em Umuarama, somente nessa segunda-feira (9) foram registrados 149,2 milímetros quando a média histórica para maio é de 145. No acumulado deste mês, o Instituto Tecnológico Simepar registrou 224,2 milímetros.

Quatro pontes de Maria Helena foram danificadas pelas chuvas, com três delas interditadas nesta terça-feira (10). A única na qual o tráfego ainda é permitido é a sobre o Rio Piava, que precisará de cerca de 500 caminhões de terra para recuperação do aterro.

O secretário municipal de Transportes e Obras Públicas, Joselino da Luz, o Ziquinho, contou que a ponte sobre o córrego Tico-Tico caiu nesta terça-feira. Assim, o caminho pela Estrada do Colorado está interditado, com o caminho alternativo pela Estrada Jaborandi, saindo por Umuarama.

A ponte do distrito de Carbonera também foi bloqueada devido ao rompimento da cabeceira, mesmo fato registrado na ponte provisória do Lote 8, que leva a Cruzeiro do Oeste.

“Nosso maquinário não é suficiente, estamos pedindo a ajuda da Defesa Civil porque o estrago vai ser muito demorado e não vamos conseguir consertar sozinhos. Pedimos paciência à população de Maria Helena”, colocou Ziquinho.

Como o município não tem recursos para os consertos, deve ser decretado estado de emergência para buscar recursos federais e estaduais para a obra.