24°
Máx
17°
Min

Com expectativa de movimentar R$ 100 milhões, Feira de Imóveis vai até domingo em Londrina

(foto: Divulgação) - Com expectativa de movimentar R$ 100 milhões, Feira de Imóveis vai até domingo
(foto: Divulgação)

Termina neste domingo (19), a 11ª edição da Feira de Imóveis de Londrina, no centro de eventos do Catuaí Shopping. A expectativa é que sejam prospectados cerca de R$ 100 milhões em negócios durante os três dias de evento. A organização espera entre seis mil e oito mil visitantes. Participam da feira mais de 30 expositores entre construtoras, imobiliárias, incorporadoras, corretores autônomos e agente financeiro.

Quem visitar a feira terá uma grande variedade de imóveis à disposição para locar ou comprar e ainda poderá obter informações e realizar a simulação do financiamento no local, no estande da Caixa Econômica Federal. “Este ano os expositores trouxeram para a feira mais de 3 mil imóveis, de várias faixas de preço. Apesar do cenário econômico atual, as expectativas são positivas porque imóvel é sempre um bom negócio”, frisa o organizador da feira, Sérgio Takao, da Tasa Eventos.

A expectativa positiva também foi ressaltada por outros representantes do setor durante a abertura oficial do evento no início da tarde de ontem. “Temos problemas econômicos, algumas dificuldades, mas não podemos parar de trabalhar. Precisamos ter garra e trabalhar para movimentar o mercado”, frisou o Marco Antônio Bacarin, presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis de Londrina e Região (Sincil), sobre a importância de realizar a feira mesmo em um cenário tão delicado como o atual.

O superintendente da Caixa Econômica Federal, Carlos Roberto Pereira, elencou a necessidade de obras no Brasil, como infraestrutura e moradias – hoje há um déficit de cerca de 7 milhões – e reforçou que ainda há muito por fazer e conquistar. “Temos um mercado fantástico”, pontuou. A Caixa é patrocinadora do evento e levou para a feira toda a estrutura para atender os visitantes e interessados em comprar um imóvel. Segundo Pereira são cerca de 300 colaboradores que estão preparados para atender o público. Em relação aos recursos, não há limites para financiamentos nem para valor de imóveis.

(com assessoria de imprensa)