24°
Máx
17°
Min

Com novas regras, começa fiscalização de vans do transporte escolar em Maringá

Vistorias vão até esta quarta-feira (Foto: Letícia Verdi/MEC) - Com novas regras, começa fiscalização de vans do transporte escolar
Vistorias vão até esta quarta-feira (Foto: Letícia Verdi/MEC)

A Secretaria de Trânsito e Segurança (Setrans) iniciou a fiscalização dos veículos que atuam no transporte escolar em Maringá. A partir dessa segunda-feira (18), novos critérios foram acrescidos às regras: obrigatoriedade de trava eletrônica e da presença de um monitor para acompanhar as crianças.

As novas regras foram fixadas pela Setrans depois de um acidente ocorrido em maio deste ano, quando uma garotinha de cinco anos caiu de uma van escolar em movimento. Ela estava ao lado da porta, que abriu no momento em que o veículo deu partida.

Apesar das cenas que chocam, filmadas por uma câmera de segurança, a menina saiu apenas com escoriações. Para evitar novos acidentes como esse, houve negociação com os transportadores para medidas de segurança.

A trava eletrônica foi bem aceita, já o monitor trouxe contestações, pois implica em mais gastos para os responsáveis pelo serviço.

Fiscalização

Até esta quarta-feira (20), cerca de 80 ônibus e vans escolares serão vistoriadas pelas equipes da Prefeitura Municipal de Maringá. O serviço ocorre das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h na sede da Setrans, localizada na Avenida Colombo, 3.114.

Os fiscais fazem a verificação de mais de 20 itens, como cinto de segurança, extintor de incêndio, higiene, conforto e bom estado de conservação. Os veículos aprovados recebem um selo de aprovação, que é colocado no vidro.

Em caso de irregularidade, o titular será notificado para a readequação e retorna em um dia agendado para nova verificação. Se não houver a regularização solicitada, além de não receber o selo de aptidão, o motorista será impedido de utilizar a van para o serviço de transporte de pessoas.

 Denúncias de transporte irregular devem ser feitas pelos telefones 156 ou (44) 3221-8500.

Colaboração Prefeitura de Maringá